Frutas na alimentação do Pet

Quando se fala em frutas, logo se pensa em saúde, mas para os pets não é bem assim. O organismo de um cãozinho é muito diferente e nem tudo que faz bem para o humano faz bem para o animalzinho. Por isso, é importante saber quais as frutas um pet pode e não pode comer.

Além disso, os cachorros são curiosos e gostam de explorar, cheirar e comer coisas que encontram por aí. Então, fique sempre de olho! Se o seu cãozinho ingeriu frutas que pode causar intoxicação ou engasgamento (por causa da semente, caroço, folhas ou a polpa), é preciso procurar o médico veterinário o mais rápido possível.

Os sintomas de cachorro intoxicado podem incluir: salivação excessiva, vômito, diarreia, dificuldade para caminhar ou andar cambaleante, tremores, convulsões, dificuldade para respirar, aumento da temperatura corporal, batimentos cardíacos fracos, sonolência, apatia, desorientação, entre outros.

A orientação é que você não tente oferecer nada ao cachorro, como algum alimento ou água. A agilidade no atendimento do cão fará toda a diferença, por isso, procure imediatamente o atendimento veterinário. E sempre consulte o profissional de sua confiança para saber se existem contraindicações da fruta que você quer dar para o cachorro.

Também é importante ter cuidado com os alimentos que oferecemos ao cãozinho. Saber quais frutas não pode dar a um cachorro é muito importante para evitar intoxicação. Confira a lista!

Quais frutas que cachorro não pode comer:

  • Maracujá
  • Uva
  • Açaí
  • Carambola
  • Figo
  • Tomate

E frutas para gatos, pode?!

Os gatos são animais mais carnívoros, que tem como alimentação base a proteína fresca, o necessário para sua nutrição está em peixes, frangos e nas carnes vermelhas.

Outro tipo de alimento não é necessário na dieta de um gato, e alguns são até perigosos.

Assim como os doces não acrescentam nada de bom ao organismo humano (e é extremamente tóxico aos animais), as frutas também não acrescentam aos gatos. Pelo contrário, a sensação de saciedade após ingerir esses alimentos, atrapalha na dieta ideal do bichano que acaba com menos proteína do que deveria.

Algumas frutas, no geral, não fazem mal de imediato ao gato, mas acabam provocando a falta dos nutrientes necessários e podem levar o bichano a ter problemas de saúde. As frutas cítricas, como laranja e limão, deve ser absolutamente evitadas, pois gatos não suportam a acidez dessas frutas e podem tem a parede do estômago prejudicada.

O ideal mesmo, é evitar oferecer e introduzir na alimentação de um gato, tudo que não for proteína, nem mesmo como petisco!

 

Fonte: Dog Hero/CachorroGato – Adaptação: Bog Elevage

Elevage

A Elevage, estabelecida em Foz do Iguaçu - PR, nasceu de um sonho, um sonho de trazer para o Brasil produtos diferenciados e que pudessem atingir e surpreender as expectativas dos clientes do mercado pet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *